sábado, 8 de janeiro de 2011

Deita aqui.


É esse seu “Eu não sou tão bonita assim” que me irrita. Essa insegurança tamanha que te faz achar que eu não sou de verdade. Eu sou, poxa! Tá me vendo aqui, de carne, osso e admiração esparramado no seu colo quente? O fato de você andar despenteada nos corredores da faculdade e eu ter te visto, não me faz o príncipe das tuas histórias pré-adolescentes que você insiste em ler antes de pegar no sono. Eu não sou cego, você estava ali para o primeiro são que quisesse enxergar a tua frieza e superioridade fingida, escondendo a menina que pede colo e elogios baratos sem explicação.
Estava lá, na fila da Xerox, planejando mentalmente os livros que tinha que comprar até o final do quinto semestre. Com o cabelo de coque mal-feito achando que ninguém tinha por que te olhar. É esse seu “O que você viu em mim?” que me dá vontade de te segurar firme pelos braços e sacudir. De te fazer acordar dessa vida de se contentar com meios-homens e ilusões inteiras; de solidão escondida atrás da maquiagem forte e das baladas lotadas de sábado; de se fingir completa quando a partezinha que te falta tá aqui na tua frente, tentando fazer com que você acredite.
É essa tua mania de acreditar no bem dos outros e no que pode ser bom pra tua melhor amiga, mas nunca pra ti. Presta atenção! Para de olhar pra si e de tentar procurar o erro no lugar mais improvável. Não é você, nunca foi você. Eu to aqui te olhando dentro dos olhos e da tua fragilidade alternada entre os conselhos maduros que você tece e o jeito que aguenta tua própria vida desabando e se reconstruindo sazonalmente. Para de tentar entender, de querer explicação plausível para tudo de bom que te acontece. Para! Deixa esse teu discurso agoniante de “Não pode ser verdade” e deita aqui. Abre esse sorriso que todos os cegos ao teu redor quiseram ignorar, pra minha sorte. Deita aqui.

4 comentários:

  1. Que bonito!

    Foi vc que escreveu ou escreveram para vc?

    ResponderExcluir
  2. fantástico mirela :D
    escrevendo bem como sempre
    beijooosss e boas fériass

    ResponderExcluir
  3. Nossa, estou encantado com tuas palavras.

    ResponderExcluir